26 de abril de 2014

Esse Blog estará fora do ar por algum tempo.

Em breve Novidades !

Obrigado,

Marcelo Darghan

5 de março de 2012

Dançar para não dançar !!!

Se pudesse optar por um talento , certamente optaria pelo dom da dança.
Ainda moleque , preferia desenhar e assistir filmes de Fred Astaire e Gene Kelly na sessão da tarde, a andar de bicicleta. Claro que me achavam estranho, mas era do que gostava, essa não era uma atitude esperada de uma criança, mas a bem da verdade nunca fui exatamente uma pessoa previsível.

Como não era comum meninos fazendo ballet, não fiz nenhum tipo de aula, não aprendi a dançar, ficava apenas como espectador, apenas admirando quem soubesse fazê-los.

E assistia a tudo que estava ao meu alcance, Cinema , TV e Teatro, em alguns casos mais de uma vez. Aliás muito mais. O musical Chorus Line por exemplo , quando estreou em São Paulo no Teatro Sérgio Cardoso, quase me enlouqueceu. Eu precisava ver aquilo. No elenco estavam Cláudia Raia, Heloisa Millet e Thales Pan Chacon. Depois de assistir o espetáculo, não me contentei e queria mais, fui algumas vezes à porta do teatro tentar alguma cortesia, na época tinha 18 para 19 anos, meu trabalho mal dava para pagar as contas pessoais, que diria pagar um ingresso de musical.... Então assisti mais umas 3 ou 4 vezes na cara de pau, até carregar algumas coisas para dentro do teatro carreguei, apenas para poder assistir das coxias ou da mesa de som... era um fascínio louco por aquilo.


Outras coisas absurdas fiz para chegar perto de outros palcos e até hoje acho maravilhoso ter feito isso. Aprendi muito vendo aqueles artistas.

Continuo amando musicais, fico literalmente bobo, tudo me encanta, Cenário, Luz, Orquestra, tudo funcionando.... é maravilhoso.
Sentir aquela energia toda me emociona profundamente. Até em alguns musicais não tão bons, consigo me empolgar. Não tem jeito, aquilo é realmente mágico, o poder da dança , da música, da expressão, não tem definição, apenas me arrebata.

Não sou bailarino, dançarino ou coreógrafo... mas adoraria ter sido.

Certa vez , ainda nos anos 90, estava na casa de um amigo bailarino, junto com uma amiga também bailarina, estávamos brincando de fazer uma coreografia e ambos , ao me verem dançar, riram da minha "expressão corporal". Naquele momento fiquei tão sem graça , que travei. Por anos me controlei com medo de virar piada de novo.

Mas o tempo passou , aos poucos fui perdendo a vergonha e fazendo as pessoas dançarem nos eventos que realizo e claro, acabei me soltando também.
Hoje danço sem querer saber se está certo ou errado, apenas danço de um jeito que me divirta e se alguém der risada, fico feliz de estar divertindo alguém.

Sei apenas de uma coisa, parado é que não vou ficar.

Como diz Rita Lee : 
"Dance, dance, dance 
Faça como Isadora , Que ficou na história,
Por dançar como bem quisesse Yeah
Um movimento qualquer , sobe a cabeça e os pés 
Sinta o corpo Você está solta E pronta pra vir"


28 de fevereiro de 2012

O Talento De Cada Um.

Essa semana ouvi no programa da Regina Casé a seguinte frase :

A gente vive com os talentos que tem , não com os que nos faltam !

Essa frase foi dita por uma participante chamada Cristh ( Não sei se é assim que se escreve o nome dela ).
Uma mulher linda, que passou por diversos problemas e soube dar a volta por cima e ser feliz.

Adorei isso, pois lidar com o dia a dia é um talento. Saber olhar a vida com bom humor e otimismo é raro ! Parece que sempre será reparado no que não funciona, quando deveríamos olhar para o que dá certo.

Como quando fazemos uma festa e ficamos preocupados com quem não veio, ao invés de nos divertirmos com quem está ao nosso lado. Tremendo erro.

Há uma música do Gilberto Gil que diz :

" É sempre bom lembrar que um copo vazio está cheio de ar"

Portanto pare de querer um talento que você não tem e passe a valorizar o que você faz de mais belo.
Como diz meu amigo Carlos Döhler ; Olhe no espelho e entenda que aquela pessoa que você vê é a mais linda que vai conhecer ! Mesmo que o Brad Pitt seja seu vizinho.

Beijos
Marcelo Darghan

Aqui a música de Gil , em uma interpretação incrivel de Zizi Possi e Hélio Delmiro
Aproveitem

20 de fevereiro de 2012

Vai ficar posando de enfeite até quando ????


Em uma parede havia uma pequena mão francesa, sobre ela uma xicara, antiga, linda , rara e triste.
Sim, a xicara estava triste, ali ela era tudo, menos uma xicara.
Sua função de servir estava anulada para ser um enfeite, até que um dia, para retirar a poeira acumulada, alguém a quebrou.

Acho que tudo têm um motivo para existir e se essa qualidade não é usada, aquilo apenas ocupa espaço no mundo.

Qual a nossa função por aqui ? Você sabe ?

Que tal descobrir e evitar ser algo que você não é, ficar guardado no armário ou vivendo um personagem chato que está sempre sozinho.

Afinal de contas não acho bom passar a vida posando de enfeite quando você nasceu para ser xicara.

Ou você vai esperar que alguém te quebre durante uma faxina?

Boa semana!
Marcelo Darghan

A foto que abre esse post é um trabalho de minha amiga Cristina Bottallo.
Uma artista que sabe seu lugar no mundo, que exerce seu talento como ser humano e profissional e não tem medo de arriscar, sempre inovando e transformando. Um belo exemplo para quem fica parado fazendo pose.

19 de janeiro de 2012

Aconteceu !!! E agora ???

Acredito que todo mundo em algum momento da vida disse para si mesmo :

NUNCA MAIS VOU ME RELACIONAR COM ALGUEM !!!!

Isso faz parte de nosso amadurecimento. Como também faz parte da evolução estar em dupla, namorar, casar, juntar, pegar... enfim...

Mas eis que um dia, do nada, o encantamento surge novamente... De onde você menos espera , um olhar te surpreende e te arrebata.

De um minuto para o outro um suspiro constante faz parte de você, algumas coisas começam a te emocionar de novo.

Sensações se estebelecem no seu corpo. Palpitações, calores, moleza...

Daí você se vê meio adolescente, meio bobo e ansioso, rindo com qualquer anúncio de TV mais engraçadinho.

Acontece uma mudança no horizonte e o que você faz com isso ?
E se houver rejeição ? E se for aceito ?
E como é que se começa de novo a viver algo que você já conhece , mas parece que nunca viu ?

O que fazer quando seu coração começa a palpitar enlouquecido e quem está ao seu lado percebe isso ?

O que fazer para esconder essa timidez e fingir que está tudo bem ?

Como disfarçar a alegria quando esse alguém surge em sua direção?

Como tirar o sorriso idiota do seu rosto quando chega uma mensagem no telefone do tipo : Está tudo bem ai?

Como organizar o seu dia , se seu pensamento não sai de uma única pessoa?

Meu Deus !!!! São tantas questões e inseguranças e medos e alegrias ... Que, com certeza, fica-se assim, perdido...

Mas acho que todo mundo já passou por isso. Quando você menos espera, acontece !

O que posso dizer...??? Viva isso ! É tão raro alguém despertar algo bom. É tão dificil encontrar uma emoção na esquina. Portanto VIVA ! Antes que essa emoção se vá !

Mesmo que isso não se concretize, vale pelo amor que te invade, pela beleza que brota em você.

Não fuja... mas não enlouqueça !!!

De resto vale a máxima do mestre Zeca Pagodinho : deixa a vida me levar.

Pois eu, honestamente , além de me encantar, nada sei fazer....

13 de dezembro de 2011

Tudo vai dar certo ! Acredite !

Dia 3 de Dezembro de 2011.

Reunião de quase 2.000 pessoas no Ibirapuera em torno do artesanato.
Esse é um trabalho que realizo há 23 anos.
No primeiro desses encontros, recebemos 250 pessoas. Foi um susto, como assim ? 250 pessoas de diversas idades gostam de artesanato???
Pois bem, 23 anos se passam, o mercado se fortalece, novos artesãos aparecem, o público evolui, cresce, aparece e descubro .... Muita mais do que 250 pessoas gostam de artesanato.

Em 2011 fiz meus cursos em Santo André, São Paulo e Araras. Fiz cursos pela revista Agulha de Ouro em 6 cidades diferentes e pela Döhler ( empresa de tecidos de Joinville ) em mais 12 cidades pelo Brasil.

Foram ao todo cerca de 80.000 pessoas e cerca de 100 toneladas de alimentos arrecadados.

Mas quero falar de São Paulo. Para que as pessoas saibam dos cursos é preciso divulgar esses eventos e você pensa. Ahhhh !!! Deve ser fácil... com esses números.!!!

Não ! Não é fácil ! Mas.... Tenho amigos, como a repórter Ananda Apple , os apresentadores Catia Fonseca, Rogério Chiaravalli e Tatiane Camargo , que me ajudam a multiplicar as  informações e assim , o grande público pode saber o que está acontecendo.

 


Daí chega o dia . Quando o relógio marca 9 horas da manhã, já estão cerca de 50 pessoas esperando. O evento começa às 13 horas.

11 horas da manhã, a fila está enorme.


Enfim, faltam 30 minutos para começar e a energia ainda não está ligada, o som ainda não funciona, mas tenho em mim que tudo tem que dar certo. Não tem a opção de erro. Simples, vai dar tudo certo. Faltando 15 minutos para começar a energia é ligada. Ok ! Vou ter de atrasar um pouco.

Quando penso em me arrumar, as pessoas com todo seu carinho não me deixam sair do lugar e fico no inicio da fila cumprimentando-as, não há nada mais gratificante que isso. Esse carinho enorme me enche de certezas e alegrias.


Enfim o curso começa e antes de mais nada vamos ter de dançar um pouco. Preparar a alma e as mãos para o que virá.


E o trabalho enfim começa. 4 técnicas, 4 idéias, 2000 trabalhos diferentes, por mais parecidos que possam parecer. Amigos convidados esquecem de seus múltiplos compromissos e se juntam a aquelas pessoas ávidas por aprenderem algo novo e lá vão Cristina Bottallo ( foto abaixo ), Cristina Mota, Lala Andreotti, Meire Barbosa, Patricia Fugisse e Vera Brugin , unir-se às Marceletes que são muitas.


No fim de tudo , o dia foi lindo, apesar do frio. Foi produtivo, apesar de um dos materiais necessários não terem sido entregues. Foi feliz, apesar de todas as adversidades.

São 23 anos acreditando que é possivel fazer o que gosto e assim divertir as pessoas , pois todas são iguais, amáveis, carentes, felizes, preguiçosas, animadas, envolvidas, tristes,..... Somos todos iguais, depende apenas do dia que vivemos.

A minha sorte é que tenho amigos, parceiros comprometidos, uma equipe linda , fé e acima de tudo bom humor para lidar com os imprevistos.

Uma coisa é certa, nada adianta fazer bico para um problema, você pode até ficar bravo, mas o problema continuará lá , sentado , olhando para você. Portanto o melhor é resolvê-lo e depois rir dele.


Ah! Tenha bons amigos que te ajudem a caminhar. Obrigado a todos envolvidos na realização desse curso.

Boa semana.

Marcelo Darghan

Para mais informações sobre cursos : www.marcelodarghan.com.br

22 de novembro de 2011

Ser Feliz é Mais Barato !

Tenho pensado muito sobre o rumo que certas coisas estão tomando.

Não entendo atitudes covardes . Não entendo que graça é essa que as pessoas encontram na infelicidade do outro.

Não entendo o pré-julgamento, o preconceito, a precipitação....

Honestamente tenho pensado demais nessas loucuras da vida..... Nessas babaquices do cotidiano.

Para mim, a vida é tão simples.

Se estou em uma calçada estreita e vem uma pessoa no sentido contrário, paro e deixo essa pessoa passar... Simples ! Tudo bem que essa pessoa vai passar e nem olhar na minha cara, praticamente me atropelar, mas me sinto melhor se der passagem.

Quando vou à padaria, não me custa sorrir e pedir com educação, não perco nada, muito pelo contrário.

Se estou mau humorado, ou irritado , prefiro ir a pé, ou de taxi, ônibus, metrô, ... Ou não ir simplesmente, prefiro não dirigir... Pra quê ? Para me irritar mais ???

Essa madrugada, no Programa do Jô, o jornalista Edney Silvestre* disse que a melancolia é algo que te pega pelo pé e vai subindo até te tomar por inteiro. Que ele se recusava a aceitar isso ( ou mais ou menos isso ). Adorei esse pensamento e compartilho desse sentimento. A felicidade é muito mais fácil, muito mais simples.

A tristeza e a melancolia dão um trabalho louco, administrá-las é custoso, telefonar para os amigos pedindo colo, comer em excesso, beber em excesso, televisão de madrugada, comprar roupas, sapatos para se enganar .... Tudo vai ficando caro !

A felicidade é mais barata, é só botar uma música e dançar, tomar um sorvete de casquinha e achar o máximo. Caminhar pelo parque mais próximo da sua casa e observar as pessoas pode ser revelador.

A verdade é que a vida lhe oferece mil possibilidades de felicidade, mas muita gente prefere entristecer, se deixar levar pelas chatices da vida.

Portanto, pare um pouco e pense.... Quais os motivos que você tem para ser feliz?

Devem ser mais numerosos que os motivos para ser triste, mas talvez um deles já seja suficiente para te convencer : Você está vivo e só assim é possível mudar o rumo da prosa.

Pense nisso, mas não muito e por favor... Vá ser feliz !!! Ainda dá tempo.

Boa semana,

Marcelo Darghan
Para dar uma animada :
http://www.youtube.com/watch?v=NARJoTeYoLc

Edney Silvestre é jornalista, escritor, acaba de lançar o livro " A Felicidade é Fácil " e é muso inspirador desse post.

15 de novembro de 2011

A Urgência Nossa de Cada Dia !!!

Que todos somos egoistas já sabemos!!!
Mas as pessoas realmente perderam o limite completamente !!!
A urgência com que as pessoas vivem é assustadora.
Passa-se por cima de qualquer possível obstáculo, sem o menor cuidado.

Pessoas são atropeladas em cima de faixas de pedestres, por o motorista se achar mais importante do que o cidadão. Óbvio que esse elemento esquece-se que quando não está dirigindo, é um pedestre.

Com a nova lei de trânsito, agora são os pedestres que atropelam os carros, achando que mesmo com o farol aberto aos carros, todos devem parar para que eles passem.

Mas isso é um exemplo pequeno.
Por prazeres rápidos, sentimentos mais importantes são ludibriados.
Engana-se, mente-se, rouba-se... Sem o menor escrúpulo, chantagens são feitas e sonhos quebrados.
Tudo em função de um prazer particular.
De uma sensação de vitória, sabe-se lá por qual motivo.

Não pensa-se que mais pessoas estarão envolvidas nesse processo, apenas o que vale são os interesses particulares.
Sim !!!!! Eu sei que sempre foi assim, mas hoje a grande maioria das pessoas vive nessa loucura, com uma urgência assustadora.

Tenho medo de onde isso vai parar.
Tenho medo do que essas crianças vão aprender e vão viver no futuro.

Para uma criança educada e conhecedora de limites, outras tantas determinam o que os pais e avós devem fazer, são escravos de seus filhos.
Que culpa é essa que os pais carregam , que se deixam levar pelos caprichos dessas crianças???

Espero que os pais de hoje , tenham a decência de educar seus filhos para um futuro de respeito e harmonia.
Que acordem a tempo de impor limites.

O que mais me deixa perplexo é que acredita-se que o minuto passado é esquecido.
Pode-se tudo agora, pois daqui 5 minutos ninguém lembrará.

Reflexos desse tempo em que escreve-se uma idéia em 140 caracteres , as pessoas se tocam, riem, choram e em segundos esquecem, outro post foi colocado e aquele esquecido no lixo virtual.

Torcendo muito para que as relações deixem de ser "twitticas" e voltem a ser pessoais, humanas, afetivas...

Torcendo para que vivamos uma vida de frente, com conexões fisicas, reais, sem a falsa felicidade estampada no mural do facebook.

A vida é mais... Muito mais...
Beijos e boa semana !!!!

Marcelo Darghan

7 de novembro de 2011

Emoção, Fé e Mãos à Obra !!!

Desde sempre busquei a novidade em minha vida, principalmente na parte profissional.
Gosto do inusitado, da surpresa, de pegar as pessoas no pulo, quando menos esperam ... bang ! Lá vem algo que não se imaginava.

Para tornar isso possível, sempre respeitei a minha emoção, aquilo que realmente me comove e diverte.

Minha medida é assim : Penso no que quero fazer, se isso me provoca alguma reação de riso, emoção, arrepio ... é nela que vou.


Gosto de ser original, criar coisas realmente novas. Claro que tenho referências, inspirações, mas sempre como uma homenagem, dando o devido crédito quando necessário.

Acredito que se existe emoção ali naquele trabalho, quem participa dele acaba levando um pouco dessa emoção também.

Claro , que ao lidar com público, sempre haverá pessoas que não querem entrar naquele "jogo".

No meu caso, que faço cursos de artesanato, e que meus grupos de aula reúnem pelo menos 300 pessoas ao mesmo tempo, não posso exigir que todos queiram além de bordar , pintar , colar, entre outras técnicas, também dançar, cantar, vibrar.


Têm gente que quer apenas "artesanar", esse é um direito delas.

Meu desafio a cada evento é tirar aquela pessoa que está quietinha, de sua zona de conforto.

Eu entendo que ela talvez tenha problemas, dores, até uma certa timidez, entre outras possibilidades.... Mas quando consigo fazer aquela pessoa que chegou muito séria, até com a cara fechada,  soltar um sorriso e até levantar e se mexer um pouquinho. Aaaahhh !!!! Que delicia !!!!
Aí eu sinto que consegui atingir aquela pessoa , que o que sinto foi além, alcançou alguém e de alguma maneira, mudou um pouquinho o seu dia.

Ou seja, estar inteiro em um trabalho envolve técnica, conhecimento, jogo de cintura, garra, fé , comprometimento e acima de tudo emoção.... Mesmo que alguma coisa dê errada, quando trabalhamos com a nossa verdade, tudo pode ser resolvido.

Sempre !!!

Mãos à obra e boa semana,
Marcelo Darghan

4 de outubro de 2011

Como falir a empresa do seu Chefe

Incrível como um funcionário insatisfeito, despreparado ou fora de sua função adequada pode destruir uma empresa.

Mês passado viajei pela Webjet pela primeira ( e última ) vez.

O atendimento de 2 comissárias no mesmo vôo, diante de uma situação nem tão complicada, foi determinante em minha decisão de nunca mais voar pela companhia.

O cara tem uma idéia incrível, realiza um projeto de Marketing e divulgação , investe em equipamentos e finalmente atinge sucesso, a ponto de vender sua empresa por R$ 70 Milhões para a concorrente GOL.

Daí vêm duas cidadãs, que não sabem com lidar com uma situação e literalmente estragam tudo.

Vou contar : Estávamos voltando de Porto Alegre, Caio Leão , meu amigo, e Eu, depois de passarmos 3 horas na estrada entre Pelotas e Porto Alegre.

Chegamos ao Aeroporto literalmente quebrados, com exatos R$ 26,00 no bolso e os cartões de débito e crédito.
Os sistemas bancários estavam fora do ar, o único café do Terminal 2 do Aeroporto, não aceitava cartões de qualquer instituição, nós, morrendo de fome, comemos 1 empadinha e 1 Coca Cola cada um e sobraram apenas R$ 3,00, que não compravam um café , ele custava R$ 4,50 ( empadinha muito cara essa).

Fomos então para o embarque sem o cafézinho.

A Webjet não tem serviço de bordo, tudo é pago. Eles não aceitam cartão nem cheque, apenas dinheiro. Ou seja, não pudemos comer nada, nem beber. Tudo custava mais de R$ 3,00.

A única coisa que custava R$ 3,00 era ..... adivinhe .... !!! O café !!! Oba, vamos dividir um copinho pequeno de café.

Caio então tirou do bolso a nota de R$ 2,00 e uma moeda de R$ 1,00. Como a nota estava amassada ele deu aquela puxadinha na nota para esticá-la e a nota rasgou. A comissária , no alto de seu pequeno poder, não aceitou a nota, dizendo que o problema era a empresa.

Tentamos daqui, tentamos de lá, demos aquele sorrisinho encantador e.... NADA.
A outra comissária com cara de " Que saco!!! Trabalhando no domingo e ainda tenho de aguentar esses 2 pobres pedindo um café " nos olhou com desprezo e disse : Não posso fazer nada... E se mandou batendo o salto de seu sapato pelo corredor estreito do avião.
E nós com aquela vontade louca de um café, tivemos de esperar até o desembarque para poder, enfim, comer alguma coisa e tomar um café na lanchonete do Aeroporto de Cumbica, que , felizmente, aceitava todos os cartões.

Ou seja , a Webjet não me terá mais como cliente, não pelo serviço ruim deles, mas pela falta de um serviço humanizado, pelo despreparo de seus funcionários, que não estão aptos ao serviço.

De quem é a responsabilidade ? Para mim é da empresa, que não se preocupa com o pós-venda. Se preocupa apenas com com a venda.

Mas também é das comissárias que com sua má vontade , me vendem uma péssima imagem da empresa que trabalham.

Atenção queridos empresários.... Quem faz a venda seduz, mas quem mantém o cliente é o atendimento eficiente, profissional e principalmente humano depois da venda.

Boa semana.

Marcelo Darghan

PS : Em outro momento contarei os motivos pelos quais nunca mais comprarei um carro da Citröen

2 de outubro de 2011

Todo dia uma nova estréia !!!

Assisitindo aos Shows do Rock In Rio, percebi que há algo que é comum a todos os shows, seja de padres cantores ou de bandas de heavy metal.
De estádios super lotados a palcos minimos de um pequeno bar.
Todos os shows , antes de iniciar, no momento em que as luzes se apagam e o primeiro acorde é tocado , vem aquele frisson, aquele frio na barriga, sempre trazem aquela sensação incrível de ... Oba ! Vai começar...



É tão bom, tão excitante, que a expectativa faz o palco ser algo realmente mágico.

Daí comecei a pensar em sensações deliciosas que estão no cotidiano, discretas entre os acontecimentos do dia. Todos nós temos exemplos.

Decidi relacionar algumas que já passei. Será que você já sentiu alguma dessas :

- Acordar cedo e sentir o cheiro do café sendo coado.

- Sair da porta do desembarque no aeroporto e ver seu amor sorrindo à sua espera.
- Ver a cara do seu amor se surpreendendo ao te ver esperando no aeroporto.
- O primeiro gole em uma Coca Cola muito gelada em um dia escaldante.

- A corrida de uma criança em sua direção com um sorriso aberto.
- O telefonema de sua mãe à meia noite do dia de seu aniversário.
- Dar o cano no trabalho e ir ao cinema às 4 da tarde em uma quarta-feira.
- O primeiro telefonema daquela figura que você conheceu e se encantou.
- O abraço de alguém que lhe ama ( e que você também ama).
- O som do inicio do filme que você estava louco para ver e conseguiu o DVD.
- O cheiro de pipoca acompanhando a situação acima.

- O cheiro do mar no primeiro dia de férias.
- Ouvir aquela música especial tocando no rádio depois de muito tempo sem ouvi-la.
- Ouvir "Eu Te Amo" pela primeira vez.

- Tomar chuva no meio da rua em um dia quente, sem a menor preocupação.
- Se largar no sofá depois de um dia puxado de trabalho.
- Ver que aquela receita de bolo de chocolate da sua avó deu certo.
- Fazer alguém dar risada.
- Chegar pela primeira vez na cidade que você sempre sonhou conhecer.

- Ver a sua melhor amiga entrar na igreja vestida de noiva.
- Receber uma carta escrita a mão, de um amigo muito querido e que está muito distante.
- O primeiro sábado na casa nova.
- O telefonema daquele amigo de anos atrás que você tinha perdido contato.
- A primeira descida da montanha russa.
- Acordar cedo e descobrir que é feriado e que você pode acordar bem mais tarde.
- Receber flores em um dia qualquer , sem nenhuma data especial.

- Ser admitido no primeiro emprego.
- Passar de ano, mesmo tendo tido um ano dificil.
- O gosto do brigadeiro roubado da mesa, antes do Parabéns.
- O cheiro do seu primeiro carro.

Sensações !!! Será que são apenas sensações ?

Não... Isso é a nossa história contada através de uma série de elementos que ativam a memória e a emoção. Que mostram que vivemos coisas lindas e que muito temos a viver ainda.

Por isso quando sentir-se assim meio caido, lembre que todo dia um novo show pode começar. Basta que você apague todas as luzes, suba ao palco e reestréie sob nova direção, com novo figurino, elenco e repertório.

Agora se me derem licença ... Já foi dado o terceiro sinal e preciso subir ao palco, minhas cortinas do hoje estão abrindo.
Beijos e boa semana !!!!
Arrase
Marcelo Darghan

20 de setembro de 2011

Que culpa tenho eu de ser Feliz ?

Hoje , depois de um dia muito louco, fui levar Neidão ( minha mãe ) para casa...
Segunda-feira , 1 e meia da manhã, lua minguante saindo no céu e ninguém nas ruas, todas assustadoramente vazias...

Adoro andar de carro e ouvir música sozinho, muita coisa bacana surge e algumas soluções são encontradas nesse momento.

Mas hoje, me bateu uma nostalgia , uma saudade que não sei bem do que , aproveitei esse momento.
Apesar de ser rápido esse trajeto, foi como se tivesse passado uma madrugada na estrada, tamanha a quantidade de coisas boas que lembrei.
Estava precisando desse momento, dessa reflexão de um passado recente, pude perceber como é rica essa vida que optamos viver. Principalmente se não tivermos medo de vivê-la.

Não tenho medo de meus sentimentos e literalmente me jogo de cabeça se acredito em algo. Se não acredito até tento, mas normalmente dá tudo errado, pelo menos aprendi, nessa fase da vida, a não insistir no erro, a não levar adiante histórias que não me levam a nada. Não tenho mais tempo para isso.

O fato é, que a memória serve para lhe mostrar os caminhos certos e errados que percorremos, fique com os certos, acredite neles, os errados você já sabe que cheiro têm e não quer senti-los de novo.

Há uma canção muito bacana que a Rita Lee compôs para o primeiro LP de Marilia Gabriela ( sim, ela gravou 3 álbuns , ou mais ), que gosto muito e tem uma levada muito boa , ela diz : "Que culpa tenho eu de ser feliz, não vou ficar por aí, gemendo e chorando nesse vale de lágrimas, eu nasci porque quis"

E é isso que me norteia... Muitas coisas passei, mas são passado e prefiro ver o que o futuro me reserva... Fazendo nesse presente o melhor que eu puder e conseguir...

Faça o mesmo e não se culpe se estiver tudo bem... É para isso que vivemos..
Boa semana,

Marcelo Darghan

Segue o link da música, decore e saia cantando, Rita Lee é eterna e arrasa sempre !!!
Diga ao Povo que Fico/ Marilia Gabriela

11 de setembro de 2011

"E no balanço das horas tudo pode mudar"

Há um ano, inspirado por um novo sentimento postei aqui meu primeiro texto. Um texto curto, despretensioso, apenas para dizer o que sentia.
Passado esse tempo resolvi dar uma analisada em tudo que pode acontecer de uma hora para outra. Pois , tudo pode mudar a cada piscar de olhos.

Você imagina que no mesmo dia, sua carteira pode sumir, seu sobrinho pode falar pela primeira vez seu nome, pode se perder horas em uma delegacia, assistir ao show de uma banda inglesa de que era fã ha 20 anos, passar uma noite mega agradável com uma amiga de mais de 30 anos..... ????

Ou seja como eu disse há um ano, a vida vira no tempo que você precisa, tudo está na prateleira, basta que você pegue, mas é preciso encontrar a prateleira primeiro. É preciso limpar, tirar a poeira, redescobrir aquelas fotos antigas e principalmente jogar muito jornal velho fora. Você não vai ler mais.
As noticias estão velhas e tudo que está escrito você já sabe.

Roupas que não lhe servem, músicas que não lhe dizem mais nada, personagens que não contam sua história. Jogue tudo fora.

O tempo coloca tudo no lugar, é cruel às vezes , mas doce e delicado em outras.

O ideal é perceber que algumas coisas nem devem chegar às suas prateleiras, devem passar e não se fixar.
Deixe essas coisas passarem, deixe que sigam seu caminho, pois quando você encontrá-las tempos depois, posso te garantir, nem vai se lembrar delas.

A minha receita para ser feliz nesse domingo foi : Acordar cedo, dar uma geral na casa, lavar a louça do dia anterior , tomar um bom banho ouvindo aquela banda inglesa.
Preparar um almoço com coisas que adoro, dar uma volta na rua, comprar um sorvete e andar devagar curtindo o sabor desse sorvete.

Tenho certeza de que, se você fizer o mesmo, muitas coisas que não lhe servem mais ficarão pelo caminho...

Um lindo domingo a todos

Beijos,

Marcelo Darghan

17 de agosto de 2011

Quem matou "Norma" ? Ela mesma !

Sim, assisto novelas, ainda mais se forem de Alcides Nogueira, Gilberto Braga, Maria Adelaide Amaral ou Silvio de Abreu.
Gosto ! Faz parte de nossa cultura e história.

No capitulo de "Insensato Coração" dessa terça feira ( 16 de agosto ), Norma, o personagem da inacreditável Glória Pires, foi assassinada.
Na sua loucura de amor pelo personagem de Gabriel Braga Nunes, Léo, não soube perceber a hora de sair de cena, de se preservar, de ser feliz de uma outra maneira e o resultado de toda sua sede de se fazer amar, foi a morte.

Conversando com algumas pessoas, percebi que as reações foram adversas, alguns gostaram, outros não, outros ainda acharam que foi pouco.

O que posso dizer é que na verdade todos nós estamos sujeitos a sermos mais uma "Norma".
A necessidade de fazermos alguém nos amar, ultrapassa o racional, vai além das possibilidades reais e trocarmos os pés pelas mãos será algo inevitável.
Podemos cometer os erros mais básicos, todos os amigos alertarão, mas continuaremos fazendo as mesmas burrices.

Imagino que muitas pessoas tenham feito a mesma coisa, assumir isso é outra história. Mas fundamental para começar o processo de mudança.

Aceitar que outro ser humano não nos ama é duro, mas é o fato e nos enganarmos só faz com que matemos o que somos de verdade.

Por isso deixo aqui meu apelo : Não mate a Norma que existe em você. Deixe quem não te ama ir embora, assim haverá espaço para uma relação igualitária, onde ambos troquem amor e verdade.

Norma morreu. Que pena !!!
Que viva Norma !

Marcelo Darghan

14 de agosto de 2011

Cuidar do outro como cuida do seu Filho!

Ontem, assisti via you tube a palestra de meu amigo Fábio Bibancos sobre a Turma do Bem.
Mesmo conhecendo Fábio há quase 30 anos e sabendo de seu pensamento, fiquei encantado com sua maneira de falar e expor seus motivos para chegar ao que ele realiza hoje.


Mas uma de suas frases foi fundamental para o que quero dizer, pois algumas atitudes me servem de exemplo. Certas palavras, mesmo que não publicadas, podem causar uma verdadeira revolução na vida de alguém.


Fábio diz na palestra que o ideal é "fazer pelos outros o que fariamos pelos nossos filhos".


E ele faz isso, mas não estou falando da Turma do Bem e de todo seu esforço em trazer dignidade às pessoas através do Sorriso. Estou falando do cotidiano, assim ele faz , além do trabalho, com seus amigos.


Nesse dia dos Pais, essa é uma citação que vale a reflexão.


Meu irmão Ivan Carlos, têm e sempre teve uma postura comigo de Pai, na preocupação, nos conselhos, no interesse do que acontece com o desenrolar da minha vida. Esse mesma atitude, ele tem com minhas irmãs e até com minha mãe. 


Meu amigo Carlos Döhler, olha "paternalmente" para as pessoas ao seu redor, com cuidado e palavras certeiras, às vezes até duras, mas necessárias . Já mudou muitos caminhos e há de continuar mudando.


Meu cunhado Pedro Novoa y Novoa, tem o mesmo olhar. Não fica debruçado na janela observando irresponsavelmente. Chama a atenção para melhoras que a vida pode lhe oferecer, se você mudar sua atitude. Busca, pesquisa, dá argumentos, isso fortalece sua intenção de renovação.


E para finalizar os exemplos, Meus queridos Enzo Gianni e Marcelo Battistucci, eles são Pai e filho e pessoas fundamentais em minha vida, que me mostraram muitos horizontes que não conhecia, exatamente por saberem estar ao lado em momentos diversos com a mesma intensidade. Sabendo a hora do abraço e da bronca.


Na verdade, esse ato de ser pai, de cuidar do outro como você cuidaria do seu filho, é antes de mais nada, um ato de amor. 


Discreto, delicado, sutil e ao mesmo tempo poderoso e arrebatador.


Que possamos sempre encontrar Pais desse nível em nossa vida. Que mais exemplos positivos possam nos deixar confortáveis para sermos felizes.


Obrigado a todos vocês.


Beijos,
Ah ! Assista a palestra ! É muito boa : 
http://www.youtube.com/watch?v=XvsB_KCB7KU


Marcelo Darghan
E Feliz Dia dos Pais

8 de agosto de 2011

O Pior Serviço do Mundo

Ultimamente tenho percebido o esforço de várias empresas em atender bem seus clientes.
Na direção contrária, tenho visto outras que não fazem a menor questão de manter seus clientes e não têm o menor cuidado com esse público.
Vamos a um exemplo, pois ele justificará o titulo.

O pior Hotel do Mundo
Estive em Porto Alegre, fiquei hospedado no centro da cidade, em um hotel simples, cama pequena, carpete velho, cobertor "bem" velho, elevador barulhento e sacolejante.
Além disso, o hotel não tem serviço de quarto, não tem restaurante, não tem variedade de "coisinhas" gostosas na recepção para aquela fominha e os serviços de entrega que dispunham não atendiam no meio da tarde, ou seja , tudo errado, mas até poderia ser salvo se o atendimento ajudasse, mas o único sorriso que consegui foi da camareira , mas isso apenas no dia seguinte.

Agora acompanhe essa narrativa : Depois de sair de Brasilia às 10 horas da manhã, fazer conexão demorada em Viracopos , passar por 2 aviões que serviram apenas amendoins ( ninguém merece aqueles salgadinhos ) e chegar em Porto Alegre às 4 horas da tarde, logicamente cheguei ao Hotel com fome, como não havia a menor possibilidade de acabar com a fome no próprio Hotel , pedi alguma referência de restaurante , lanchonete ou padaria . Eles não sabiam informar nada, detalhe, ele fica no centro de Porto Alegre, onde tudo estava fechado no domingo.
Debaixo de chuva, claro que diante dessa situação só poderia estar chovendo e fazendo frio, fui procurar algo na rua e a única coisa que encontrei foi um pequeno mercado, onde comprei pão , queijo , presunto, refrigerante, requeijão e voltei ao quarto para meu almoço/jantar.

Pedi então uma faca, a resposta : Não temos. Oi??? Como assim? Não temos e ponto.

Pedi então um copo.... A mesma resposta.. Pensei : Que hotel é esse ?

Imagine a beleza de sanduiche que fiz !

O que isso quer dizer ??? Falta senso de oportunidade ao estabelecimento.
Se ele está localizado em um lugar onde nada está aberto, que tenha pelo menos alguém que prepare um misto quente, uma sopa, uma lasanha de microondas.

Isso faria com que o hóspede se sentisse confortável com pouquissimo investimento.

Para tomar um café expresso quentinho era preciso comprar uma ficha e colocar em uma máquina no meio do corredor.

Meu ponto de vista sobre o Hotel : Eles não têm a menor preocupação em receber pela segunda vez um hóspede.

Em tempos de alta concorrência, quanto mais você se destacar, mais fiéis serão seus consumidores.

Não importa se você é hotel, pet shop, cabeleireiro, presidente de uma empresa ou artesão.
Destaque-se e faça o melhor que você puder, pois se você não fizer, alguém bem perto de você fará.

Ou seja, o pior serviço do mundo é aquele que não atende às necessidades de seu consumidor e ainda não oferece sequer um sorriso.

Cuidado nunca é demais.

Boa semana e atenção.....

Beijos,

Marcelo Darghan
PS : Sorte a minha de ser sempre muito bem recebido pelo povo Gaúcho e de adorar Porto Alegre.

3 de agosto de 2011

Suprir expectativas ! Será ?

Relações pessoais são sempre difíceis, ou você espera mais do que podem lhe oferecer, ou você oferece menos do que esperam.
Essa questão da expectativa é sempre um problema.
Certa vez , aos meus 18 anos , ouvi uma pessoa dizer o seguinte texto : " Eu não vim ao mundo para suprir suas expectativas, você não veio ao mundo para suprir as minhas. Eu sou Eu, Você é Você e se nos encontrarmos será lindo ! ".
Não lembro quem a pessoa disse ser o autor. Não sei se o texto correto é assim, mas isso, na época , me deixou louco !!! Claro..... aos 18 anos tudo é mais radical, determinante, desesperado, com o tempo fui entendendo e percebendo que isso é um fato.

Para mim a coisa funciona da seguinte maneira, seja qual for a relação, ela tem de ser uma parede.
Quando jogo uma bola, essa bola tem de voltar. Pode ser que naquele momento a parede esteja longe e demore um pouco mais para responder , pode ser que a resposta seja imediata.
Não importa o tempo, mas tem de existir a resposta. Obviamente os prazos serão determinados individualmente. Cada um escolhe quanto tempo é possível se esperar.
Além de devolver a bola, essa parede te protege dos perigos, do frio e da chuva. A parede te apóia, sustenta seu teto, pode segurar sua rede.
Mas de maneira alguma pode te prender, por isso nela haverá sempre janelas e portas, assim novas pessoas poderão entrar,  haverá ventilação e a luz do sol irá te aquecer.
Novas possibilidades lhe serão mostradas, por mais duras que as paredes possam ser.

Enfim, a verdade é que cercado de relações saudáveis, uma casa se fará, mais que isso , um lar, com aconchego e segurança.
E honestamente não importa se é apenas uma casinha de desenho, ou uma mansão, desde que haja a troca ! Desde que todos estejam felizes.

Sem esquecer que somos habitantes de nossa casa e ao mesmo tempo, paredes de casas alheias.

Pense nisso... Quantas casas você anda sustentando para poder exigir que outros lhe devolvam as bolas que você espera !!!!????

Bom dia !!!
Marcelo Darghan
PS : Sempre haverá uma parede que parece ser mais bonita que as que você já conhece, mas quando você vai ver, o prego não entra, ou aquela umidade persiste, cuidado com elas, podem ser apenas ilusão.

1 de agosto de 2011

Ney Matogrosso .... UAU !!!!

Hoje , Primeiro de Agosto, Ney Matogrosso completa 70 anos.

Sempre admirei o trabalho de Ney, lembro da primeira vez que o vi, ainda nos Secos & Molhados, cantando " O Vira ". Aquilo foi um furacão que não entendi, principalmente por eu ter apenas 7 anos e daí pra frente não teve jeito, já tinha me rendido a seu talento.


Meu primeiro compacto duplo foi exatamente dessa música, bem como meu primeiro LP, que aliás é um clássico, até hoje um dos melhores álbuns da música brasileira.

O tempo passou e cada vez mais suas músicas, voz e principalmente, postura, me encantaram.

Para mim ele é um exemplo de que é possível ser tudo que se quer , sem que para isso seja necessário perder identidade.

Sempre nos lançamentos de novos trabalhos, as matérias de jornais e revistas falavam sobre sua vontade de cantar apenas o que queria, de não se render às vontades da indústria fonográfica e assim fomos brindados com canções inesquecíveis. Mesmo que fossem regravações, ficaram eternizadas na voz de Ney.

O primeiro show que assisti foi em 1981, tinha apenas 15 anos de idade e até hoje lembro de todo o show, em detalhes. Era nesse show que cantava "Homem com H" e "Viajante".

Um ano depois tive o prazer de conhecê-lo pessoalmente, ele estava em cartaz com o show "Mato Grosso", que lotava o Palácio das Convenções do Anhembi e num rompante de atrevimento , resolvi que iria falar com ele. E fui !!! E somos amigos até hoje.


O que sempre me impressiona é seu cuidado com detalhes, cenografia , arranjos musicais, luz, figurinos.... Às vezes nem são tão elaborados, mas são tão bem acabados, que ficam geniais.

Sua liberdade, expressão artística, preocupação com a qualidade e inovação me servem de exemplo e inspiração.

Por exemplo, em 1987, com o movimento do Rock Nacional, mil novidades eletrônicas, ele resolve fazer um show acústico, que aliás foi o primeiro no cenário brasileiro.
Muita gente veio na cola e fazer acústico virou mania nacional.
Esse espetáculo chamava-se "Pescador de Pérolas" e era perfeito.
No palco estavam além de Ney, Arthur Moreira Lima, Chacal, Paulo Moura e Rafael Rabello.

Enfim, hoje aos 70 anos ele continua arrasando com um show chamado "Beijo Bandido" , onde faz uma mistura incrível, indo de Angela Maria a Herbert Vianna e Roberto Carlos , resultando em pura emoção.

Isso depois de fazer um show incrivelmente energético, que tinha um apelo Pop e Rock, com canções inéditas de novos compositores e alguns clássicos, chamava-se "Inclassificáveis" e era dificil conseguir um ingresso, onde quer que se apresentasse.

Muita gente se acomoda em algo que faz bem e assim segue a vida.
Com o tempo, acaba sendo derrotado por aquilo que achava ser seu trunfo. As pessoas não se renovam, não se enfrentam.

Ney, com suas atitudes, me ensinou muitas coisas, uma delas e talvez a mais importante de todas, seja a de fazer o que se acredita sem medos, com esmero para fazer bem e principalmente sendo livre para criar , sem se preocupar com o que os outros irão achar.

Por isso deixo aqui essa simples homenagem a um artista único, que depois de 38 anos de carreira musical ainda arrasta multidões , com dignidade, talento e criatividade.

Felicidades Ney !!!! Obrigado por inspirar e pirar...

Marcelo Darghan

PS : 2 anos atrás, muito gentilmente ele veio do Rio de Janeiro a São Paulo apenas para entregar o Prêmio Artesão do Ano a meu pedido. Isso não tem preço. Conte comigo. Sempre !
Todas as fotos aqui publicadas são do site www.neymatogrosso.com.br

18 de julho de 2011

Uma vida dedicada.

Noite fria, nublada e com uma lua teimosa em Porto Alegre.
Nesse cenário tive o prazer de jantar com uma amiga muito querida : Flora Tudesco.
Flora faz parte da Familia que criou a Corfix, empresa gaúcha de tintas.
Lembro perfeitamente do dia em que a conheci , em meio à feira escolar, fui discutir o que faríamos no Dia De Ouro, evento das revistas Agulha de Ouro e Mãos de Ouro, seu depoimento a respeito de meu trabalho foi encantador e inesquecível. Acho que até aquele momento, nunca ninguém tinha falado daquela maneira a meu respeito.

Assim como com diversos amigos, com ela também aprendi inúmeras coisas.

Talvez a mais importante, seja a dedicação a algo que se acredita.

Quando a conheci minha vida era outra, meus objetivos e prioridades idem, mas tinha certeza do que queria, ela e suas palavras, exemplos e broncas, me ajudaram a seguir meu caminho de maneira mais equilibrada e direcionada, sem nunca perder meu foco.

Ela é exatamente assim, sua vida é de uma dedicação à sua história, que muitas vezes me emociono com suas passagens pela vida.

Quem dera outras pessoas fossem tão dedicadas às suas crenças como Flora é.

Problemas, percalços e situações difíceis, claro que passou, mas nunca desistiu , nunca abandonou o que acreditava.
Isso para mim, é o exemplo do caminho que devemos seguir nessa vida.

Por isso agradeço a ela !
Talvez ela nunca tenha tido consciência da importância de suas palavras em minha vida, mas nunca é tarde para deixar isso claro.

Nesse jantar ela me disse uma coisa linda : Você pode até não lembrar de todas as coisas que fez em suas viagens a Porto Alegre ( e foram muitas ), mas uma coisa é certa , sempre estive presente em todas.
Pura verdade ! Isso, na minha terra, chama-se Amizade. Amor. Dedicação...

Por isso, obrigado Flora !!! Sempre !!!

Beijos,

Marcelo Darghan

PS : Outras pessoas também estiveram presentes em minha vida de forma contundente, tenho certeza de que todas sabem disso !!!

11 de julho de 2011

Mega Amor !!!

Enfim, um dos maiores eventos do ano chega ao fim. Foram 10 dias de trabalho intenso, quilometros caminhados, frio, pouco tempo para comer, muita água e muita gente, muito carinho, encontros inesqueciveis e emoção sem fim.






      


Estou falando da Mega Artesanal, maior feira da América Latina dirigida ao mercado de Artesanato.

Mais que uma feira , a Mega é uma grande celebração de carinho.

Hoje no Facebook uma amiga me perguntou : " Você tem noção de quantos abraços deu e recebeu? "

Minha resposta : Não !!!

Sei que foram milhares ( e isso não é uma hipérbole ) !!!!  Milhares de fotos, de encontros efusivos, beijos, abraços e presentes.


O melhor de tudo é saber que essa reação não é exclusiva, não sou o único a receber tanto amor. Todos os artesãos, editores, apresentadores e outras pessoas que fazem esse mercado, receberam da mesma maneira essas demonstrações públicas de amor !!!


 
Que maravilha encontrar eco no que se faz !!!
Ensinar algo que pode mudar a vida de uma pessoa, dizer uma frase que atinge alguém positivamente.
E o melhor .... sem programar.

 


Acredito que o que atinge as pessoas de fato , é aquilo que vem do coração , sem pieguices. Aquilo que é real, que sai naturalmente.
Mais do que divertir as pessoas é importante se divertir .
Mais que ensinar , aprender.
Mais que ser abraçado, abraçar , com os dois braços bem apertados e passando a melhor vibração. Pode acreditar, esse abraço aliado a um olhar direto e um sorriso, vão falar muito mais do que se imagina.

 

Por isso deixo aqui meu muito obrigado às mais de 100.000 pessoas que passaram pela Mega Artesanal e deixaram seu sorriso em nossa mente.
À equipe que me ajudou a fazer a fila andar rapidamente, mesmo nos momentos mais tensos.
À organização da feira, que cuidou de tudo misturando profissionalismo e amor.
À imprensa, que nos tratou com tanto carinho e respeito.
E aos amigos, que estiveram ao lado, para que tudo corresse bem.

 

Mas quero agradecer mesmo a aquelas pessoas que se acham mais importantes do que as outras, desde alguns visitantes que pensam poder furar a fila, até alguns artesãos, aqueles que se acham importantes demais para parar e dar 2 minutos de atenção a uma pessoa que viajou horas e quer tirar uma foto, ou então que acham que colocar a mão na massa e colaborar na realização do trabalho não é trabalho de um artista, seja pintando uma parede ou dando uma organizada no ambiente do stand.

Digo isso , pois são essas pessoas que mostram como é importante entendermos nosso lugar no mundo, e principalemente, a responsabilidade que temos em cada uma de nossas ações.

Portanto, muito obrigado aos chatos, eles mostram como é legal ser educado !!!

Boa semana e vamos arrasar em nossas atitudes daqui para a frente, fazendo o que temos de fazer, com o sorriso mais bacana na cara.

Beijos,

Marcelo Darghan

 

 



As fotos postadas aqui foram publicadas em Blogs, Redes Sociais e perfis públicos anteriormente.